Pedro L Cipolla
A sorte persegue a coragem
Capa Textos Áudios Fotos Perfil Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
Branca de Neve

Branca de Neve


Bem que eles tentaram...
Já estavam separados há 5 anos.
Na verdade, exceto nos primeiros anos de casamento,nunca se deram bem,por diferença de temperamento ou de educação,que perceberam tardiamente.Fato esse corriqueiro que acontece a todos aqueles que normalmente se casam cegos pela paixão, e só constatam depois a burrada que fizeram
Tiveram uma filha, o que os obrigava ,vez por outra, mesmo a contragosto, a se encontrar'.
Ele, Osvaldo.algum tempo depois do divórcio de Branca encontrou uma outra mulher,Marta por quem se apaixonou e voltou a se casar. O mesmo aconteceu com a ex-mulher Branca, que se casara então com um homem,bem mais jovem, Ciso que parecia preencher a todas as suas necessidades, a de bater nela, inclusive. Talvez fosse este um dos motivos dela gostar tanto dele.
Era o aniversário da filha e eles resolveram comemorar como “gente civilizada”,já que as feridas da separação pareciam estar totalmente cicatrizadas.
Por que não? Já se passara muito tempo após a separação e a belicosidade que os alimentava parecia ihaver desaparecido.
Pela insistência da filha não haveria nada de mal se fossem todos comemorar juntos. Afinal, estavam  reconstruindo suas vidas e tentando manter entre eles uma relação, a mais cordial possível.
Segundo a psicóloga da menina, seria muito bom para ela que os pais dessem uma lição de civilidade, mostrando ser possível manter uma amizade cordial entre duas pessoas que se amaram, casaram e geraram uma filha linda.
Para festejar esta noite, como não poderia deixar de ser, decidiram comemorar onde 9 entre cada 10 paulistanos ( 1 é japonês) se confraternizam :uma pizzeria.
Osvaldo para fazer média comprometeu-se a trazer um enorme bolo, com motivos infantis,para abrilhantar o evento
Um bolo surpresa que só serua aberto após cantarem os parabéns..Ele mesmo;o pai,resolvera decorar o bolo com os personagens  de Walt Disney que a filha gostava tanto.
Na pizzaria lotada conseguiram uma mesa grande que os acomodasse a  todos ao lindo bolo  todo coberto para a surpresa.
Anteas de chegarem as pizzas  os casais, até para quebrarem o clima de cerimônia, começaram a beber......
O papo corria sobre amenidades como o tempo e a inflação.Um ambiente, para quem os visse, verdadeiramente cordial.
Só que o álcool, esse garimpeiro de emoções e assassino de inibições, começou a colocar na boca dos casais palavras e comentários que começaram a causar certo desconforto entre eles.
- Mais uma dose dupla de vodka com gelo! Pediu o pai ao garçom.
- Nossa! Osvaldo você,como sempre, continua nas bebidas fortes. falou Branca
- Não te perguntei nada, respondeu o marido já meio alto
- Grosso ! refuta a ex-mulher.
- Eu continuo na cerveja,falou o Ciso”, depois de emborcar a terceira garrafa.
- Eu não costumo beber, mas hoje vou abrir uma exceção,Um uísque pra mim, por favor.Pede Marta para se acalmar.
Não demorou muito e já estavam "zuzo beeem".
Foi quando resolveram cantar parabéns e abrir o bolo tão esperado
" Parabéns a você.,nesta data querida ,muitas fe..."
Quando Osvaldo tira a tampa do bolo todos silenciaramgritava
- O QUE É ISSO OSVALDO !
- Ué um bolo 
- DE QUÊ OSVALDO ? gritava Branca
- Ué de chocolate
- NÃO SEU BURRO.A HISTÓRIA
- Branca de Neve e os 7 anões
- E ESSA É A BRANCA DE NEVE SEU PALERMA ?- 
- Ora é o Dunga,o Zangado,o Atchim,a Branca de... Chapéuzinho Vermelho !
- Você misturou a história, sua anta
- Não fale assim com meu fofinho gritou Marta
- Ora cale a boca sua filé de borboleta !
- Você sim sua perua velha vá cuidar do bebum do seu marido.
.A namorada do pai,estimulada pelo álcool, que até então só observava a situação, se levanta vermelha de raiva:
- Perua é a mãe!  E fala para esse bêbado do teu namorado parar de piscar pra mim.
- Ele deve estar piscando de bêbado...E se fizer isso outra vez dou-lhe uma porrada que lhe arranco a peruca, fala o pai enrolando a língua.
Ato contínuo pega um pedaço de pizza calabresa e enfia na peruca do namorado da “ex".Esta revoltada, e sem conseguir ficar em pé, retribui com uma de frango com catupiri no rosto da namorada dele misturando assim pizza com rímel.
Esta, sem se fazer de rogada, retribui com toda força, uma de mussarela na cara da rival que na tentativa de se defender cai da cadeira, arrastando para o chão o bolo de chocolate, da então Chapeuzinho vermelho
A partir daí a pizzaria, antigo palco de exemplo de educação e civilidade, vira uma verdadeira arena, numa guerra santa de pizza e bolo de chocolate.Nada foi poupado.Qualquer coisa que pudesse ser lançada ao inimigo foi usada como arma de ataque ou de defesa.
No final, ao que se sabe, a "ex" foi parar no Pronto Socorro, com o “affair”.Ela, para tirar o "Dunga” que havia se alojado no seu ouvido e ele para tentar tirar o "Zangado" entalado na garganta.
Osvado e a namorada, trançando as pernas, conseguiram escapar do flagrante correndo da polícia.
Passada a tempestade  conseguiram encontrar o "Feliz”, o “Mestre”, o "Atchim" e os outros, mas a Chapeuzinho Vermnelho ninguém sabe que fim levou.



 
Pedro L Cipolla
Enviado por Pedro L Cipolla em 08/11/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários