Pedro L Cipolla
A sorte persegue a coragem
Capa Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
Sibilando
Sibilando …


Senhora, serei sempre seu servo sincero,soldado sestroso,somando sonhos sempre sutis,soníferos suaves ,saudosas surpresas, somando sentimentos serenos. Saberei separar seus sonhos,sepultando suas saudades sentidas ,seus sentimentos sumidos.  
Senhora,saltearei seus sentimentos,semearei suas sete sementes,serei seu sabre salvador.seu sacerdote singelo soprando sobre seus seios,sonetos, sonatas
Saciando sua sede secreta,saliva sangrenta, sexo sedento saboreando ,sorvendo, seu sumo secreto  suculento saboroso.                                                                                 Simbad,saltarei sem sela sentindo selvagem sensação,sândalo suave sobre seu suor.
Sonâmbulo subirei salinas sem sal, somente sentindo sede ,surrupiarei seu sono superficial supondo sete sentidos.
Saquearei santuários,sendo saltimbanco simulando sábia serpente  
seguindo sua sina sem saber se sertão,se selva...Seus segredos serão sempre sagrados ,soberanos,só sinistros sacerdotes saberão sondar seus sete sentidos.
Soldado,santo satanás,saberei singrar seus sórdidos sentimentos.
Sem ser santa,serpente sou,sempre serpente serei,solitária sempre safada ,sempre sibilando.
Pedro L Cipolla
Enviado por Pedro L Cipolla em 16/04/2020
Alterado em 17/04/2020
Comentários