Pedro L Cipolla
A sorte persegue a coragem
Capa Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
É a tua !


Tudo começou quando Nero, um dos cachorros lá do meu sítio, em Embu , avançou para pegar Cocota, uma galinha assanhada e rebolativa do sítio da minha vizinha.
Junto a ela,amigas inseparáveis,: “ Chorona “ e “ Sem Vergonha “ duas outras galinhas que deveriam ter esses nomes pela verossimilhança com a dona do galinheiro.
Pareciam mais três peruas pelo jeito da correr e de cacarejar, que provocavam os mastins sobremaneira.
Na verdade essa história de misturar bichos e gente não dá muito certo.
Meus cachorros: Nero, Calígula e César são três Mastins Napolitanos,negros,enormes mas dóceis que protegem o sítio com seu latido forte e seu porte assustador.Não fazem mal a uma mosca.Na verdade “ o que não se parece ao dono é roubado “.
Numa dessas desavenças com o trio de penas, Calígula se irritou com uma das galinhas e saiu correndo atrás dela.Houve um corre-corre tremendo até que conseguiram prender o cão.Acalmados os ânimos os dois vizinhos começaram a prosear:
- O sr.deveria prender esse... animal!
- Ele tava preso vizinha,mas é que passou perto dele, uma toda assanhada de suas galinhas, não sei se a “Sem vergonha “ ou a “Chorona”galinha rebolando...
- O que o sr.está insinuando? Que eu o quê?
- Não é nada disso,vizinha.Com todo o respeito, o seu galinheiro tava aberto e quando a “Chorona” fugiu e passou correndo pelo Calígula ,ele ficou nervoso e a primeira coisa que ele viu,ele atacou.Sabe cumé né? Cachorro num pensa.
- É, tá certo!Animal não pensa, mas precisa tomar mais cuidado com “esse” Calígula ,seu cachorro...
- Eu tomo.Às veiz, quando eu deixo ele no pasto ele, fica louco prá avançar na vaca da sua mãe.Ela precisa deixar a vaquinha presa no curral.
- É,tem razão.Às vezes ela escapa.Mas também o cavalo do seu pai vive abrindo a cerca do curral.O seu pai precisa ter mais cuidado com aquele cavalinho.
- Mas a vizinha sabe como é difícil cuidar de bicho ,né? Quando a gente se distrai um pouquinho lá tá o cavalinho atrás da égua da sua irmã.Êta eguinha bonitinha aquela,sô.Sua irmã cuida dela com tanto carinho ,né? Vira e mexe, lá tá ela escovando a bichinha.
- Ah!é verdade.A gente que mora na roça precisa ter cuidado com todos os animais.Eu vejo o cuidado que o sr. tem com o burro do seu irmão.Com que amor o sr. trata daquele burrinho...
- O causo é que meu irmão não pode cuidar dele.É eu quem cuida.Mas agora que a sra. falou de cuidar eu se alembrei que ontem eu tava vendo como a galinha da vizinha cuida dos seus pintinho.Que coisa mais linda.Como ela gosta de pinto,né?
- É !A natureza é linda.Ela sabe como fazer as coisas.Veja o sr. com os passarinhos.O sr. também cria passarinho,né? Outro dia tava vendo aquela sua gaiola e pensei: por que será que o passarinho do vizinho é tão pequenininho ?
- A dona tem razão.Só que a sra. não percebeu que não é o passarinho que é pequeninho,mas a gaiola que é grande.
- Grande ,grande mesmo é aquele seu boi chifrudo.Eta animal bonito ,forte. Pena que é frouxo e tá castrado.
- É, aquele eu tenho prá engorda.O outro que é touro, grande forte,o reprodutor,a dona já conheceu,né?
- Não,ainda não.Mas a minha outra vizinha que o viu pastando, disse que o coitado deve estar doente.Parece que vive cansado,frouxo,molenga,arriado...
- Ah!É verdade.Sabe que eu até levei ele pro veterinário e ele achou que o diabo do touro comeu uma perereca vadia e por isso ficou passando mar.Ele não pode ver uma perereca fácinha que ele quer comer na hora.
Mas o dotô deu um remedinho azul e o bicho ficou de pé
na hora.Do jeito que a vaca da vizinha gosta.
- O sr.que cuida tão bem dos seus animais precisa tomar cuidado com aquilo que o seu boi tá comendo...
- Sabe que a dona tem razão! Outro dia mesmo eu vi o meu touro correndo atrás daquele veadinho do seu irmão? Mas que bichinho bonitinho,como corre,sô! Donde foi que deu na cabeça do seu irmão de criar esse bichinho tão arisco ?
- Ele encontrou o animalzinho perdido no meio do mato e resolveu trazer pra casa prá gente criar.Assim ele vai ficar mais manso que muito veado arisco que anda por aí.
- Verdade dona,pois só com muito jeito é que a gente consegue amansar esses bicho tudo,inté as galinha.
- Tem razão seo ...Como é mesmo seu nome ?
- Cráudio, ao seu dispor
- Não é Cláudio ?
- Isso mesmo.Foi o que eu falei : Cráudio
- Mas o nome não é Cláudio ?
- O nome é Cláudio mas eu sou Cráudio.
- Tchau seu bode velho.
- O que a dona falô ?
- Que bonito seu boné vermelho.




pedroluizcipolla.com
 
Pedro L Cipolla
Enviado por Pedro L Cipolla em 17/01/2020
Comentários